A IDENTIFICAÇÃO COM A MENTE - OSHO

A Identificação com a mente...


"Você é preenchido com palavras e esse processo de palavras continua o dia todo. Quando você está dormindo, você ainda fica preenchido com palavras, pensamentos.

A mente é apenas uma acumulação de palavras, e todo mundo é muito obcecado com a mente.
Eis porque o auto conhecimento se torna cada vez mais e mais possível.
O Ser está além das palavras, ou por trás das palavras, ou debaixo das palavras, ou acima das palavras, mas nunca nas palavras.
Você existe na não-mente.
Você está focado na mente, mas você não está ali.

Do lado de fora, você está focado na mente. Você pensa que você é a mente, esse é o único problema, o problema básico; e a menos que você esteja consciente de que você não é a mente, nada significativo pode lhe acontecer. Você viverá na miséria.

Essa identificação é miséria. É como se alguém estivesse identificado com sua sombra. Então toda a vida se torna falsa. Toda sua vida é falsa, e o erro básico é que você está identificado com a mente. Você pensa que é a mente - essa é a ignorância.
Você pode desenvolver sua mente, mas dessa forma a ignorância não será dissolvida. Você pode se tornar muito inteligente, pode se tornar muito talentoso, pode até mesmo se tornar um gênio. Mas se a sua identificação com a mente estiver presente, você permanecerá basicamente medíocre, porque você permanece identificado com uma sombra falsa.

Como isso acontece? A menos que você compreenda o mecanismo de como isso acontece, você não pode ir além dela; e todas as técnicas de meditação não são nada além de processos para se ir além, para se ir além da mente.

As técnicas de meditação não são contra o mundo, elas são contra a identificação com a mente.
Como você está identificado com a mente? Qual o mecanismo que está funcionando?
A mente é uma necessidade - uma grande necessidade, particularmente para a humanidade. E essa é a diferença básica entre o homem e os animais. O homem pensa, e ele usou o pensamento como uma arma em sua luta para a sobrevivência. Ele pôde sobreviver, porque ele pôde pensar; no restante ele é mais indefeso do que qualquer animal, mais fraco do que qualquer animal. Fisicamente, sobreviver era impossível para ele. Ele pôde sobreviver, porque pôde pensar. Por causa do pensamento, ele se tornou o mestre da Terra.
Se o pensamento foi tão profundamente útil, então fica fácil compreender porque o homem se tornou identificado com a mente. (...)

A identificação com a mente é mais sutil do que a identificação com o corpo, mas nós estamos identificados com a mente, porque a mente foi uma ajuda muito grande para a sobrevivência - não somente contra os animais, contra a natureza, mas contra outros seres humanos também. Se você tem uma mente aguda, inteligente, você vencerá ou outros também. Você terá sucesso, você se tornará mais rico, porque você se será mais calculista, mais esperto. Contra outros seres humanos também, a mente é a arma. Eis porque nós somos tão identificados - lembre-se disso.
(...)
Esta mente criou uma divisão em seu ser também, e essa é a segunda causa básica do porque estamos identificados com ela. Você pensa não apenas sobre coisas externas, você pensa sobre coisas internas também. (...) A mente está lutando internamente também. Essa luta cria divisões entre você e seu corpo. Na verdade você começa a pensar que seu corpo é alguma coisa hostil, não um amigo, porque o corpo continua fazendo coisas que a mente é contra. (...)

A mente é seu ego. Esse é o seu "eu". (...) Essa mente - esse processo de pensamento, esse ego - é apenas um fragmento de seu ser total, e esse fragmento está tentando ser o soberano. Isso não é possível, o fragmento não pode ser o soberano. Ele fracassará; eis porque há tanta frustração na vida. Você nunca pode ter sucesso - você está tentando o impossível. O fragmento não pode ser soberano. O todo é maior e o todo é mais poderoso.
É como se um galho de árvore tentasse controlar a árvore inteira, até mesmo as raízes. Como pode um galho controlar a árvore inteira, e como ela pode forçar as raízes a seguirem-no? Isso é impossível. O que quer que ele pense é loucura; o galho ficou louco. Ele pode continuar pensando e sonhando, concebendo o futuro onde as árvores o seguirão, mas isso não é possível; ele terá de seguir a árvore. Ele está vivo apenas por causa da árvore e das raízes; E as raízes existiram antes dele existir. As raízes são a fonte dele também.

Sua mente é apenas um fragmento do seu corpo; ela não pode controlá-lo.
O próprio esforço para controlar o corpo criará frustração e fracasso. E toda a humanidade está sofrendo, está em conflito, angustiada, vacilante, porque o impossível está sendo tentado.
Mas o ego sempre gosta de tentar o impossível. O possível não tem nenhum desafio para ele; o impossível é um desafio. E se o impossível pudesse ser feito, então o ego se sentiria muito bem - porque aquilo não podia ser feito.(...)

O ego está tentando controlar tudo, a mente ajuda. No esforço você se torna identificado com a mente e nessa identificação está a miséria, ela é uma sombra falsa.
A mente é um instrumento muito útil. Você tem de usá-la, mas não se torne identificado com ela. Ela é um bom instrumento - necessária, Use-a ! Mas não sinta que você é a mente , porque uma vez que você comece a sentir que você é a mente, você não pode mais usá-la, a mente começa a usá-lo, você simplesmente é carregado pela mente.
Todas as meditações são um esforço para lhe dar um lampejo daquilo que não é a mente."
Osho em O Livro dos Segredos Vol 2

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sri PREM BABA - NOSSO AMADO GURU BRASILEIRO !

A CAUSA DA TRISTEZA - J.KRISHNAMURTI

O QUE É O VEDANTA - SWAMI DAYANANDA